Christian Braga - instagram lists #feedolist

christiaanbraga

Menção honrosa no POY (Pictures of the Year) Latam Quito 2019 na categoria 'Notícia Individual! Fiquei super feliz que essa imagem foi escolhida como uma das fotografias do ano pelo concurso. Retrata a dor e a esperança dos atingidos pelo incêndio em Manaus, no final de 2018, no bairro Educandos que deixou mais de 2 mil pessoas desabrigadas na véspera de natal. Obrigado @poyipics e equipe de jurados! Foto: @christiaanbraga / @farpa

christiaanbraga

Um faixo de luz no povo Xukuru, do Estado de Pernambuco, grandes guerreiros nordestinos essenciais na Mobilização Nacional Indígena. Grande respeito! Foto: @christiaanbraga / MNI

christiaanbraga

#Repost @leonardodicaprio ・・・ #Regram #RG @greenpeace: This week, thousands of Indigenous People gathered in Brasília, the capital of Brazil to to share experiences, traditional knowledge, support each other and, most importantly, demand the government protect their rights. Indigenous Peoples are the guardians of the forest, fighting to protect it from a greedy industry. We can’t afford more deforestation. Go to the link in our bio to save the Amazon. @greenpeacebrasil @soniaguajajara 📸: Christian Braga/MNI - @christiaanbraga . . . . #SavetheAmazon #NoForestNoLife #greenpeace #IndigenousPeople #IndigenousRights #TerraLivre2019 #TerraLivre #ATL #Brazil #Brasil #Brasilia #AcampamentoTerraLivre

christiaanbraga

Território Yanomami, terra que há decadas é ameaçada por garimpos, principalmente o minério mais cobiçado, o ouro. Roraima, Brasil 2014 #DemarcaçãoJá #DireitosIndígenas

christiaanbraga

Deitada na sombra das árvores, em chão de asfalto. Mobilização Nacional Indígena, Brasília 2019. #DireitosIndígenas #MNI2019 #DemarcaçãoJá Foto: @christiaanbraga / MNI

christiaanbraga

#repost @farpa - A força da ancestralidade. Mobilização Nacional Indígena. Brasília 2019. Foto: @christiaanbraga para @greenpeacebrasil / MNI

christiaanbraga

Brasília é quem acolhe a maior mobilização indígena do mundo. Ja são 15 anos que se torna o principal cenário de união da luta e resistência dos indígenas. Ela que representa a 'contemporaneidade' politíca, marcada por seus males e opressões, se reconfigura nesse período pela gigante diversidade cultural e etnica brasileira dos povos. Brasília é Brasil, e Brasil é indígena e precisa ser (re)ocupada por eles e elas sempre. #ATL2019 #DireitosIndígenas Fotos: @christiaanbraga

christiaanbraga

Mergulhado nas águas do Ministério da Justiça. No lago em frente ao MJ que os indígenas lutaram, gritaram e cobraram respostas. Mas nada disso faz tirar suas essencias, agua é vida, nas aldeias e na cidade. #DemarcaçãoJá #DireitosIndígenas Foto: @christiaanbraga

christiaanbraga

Sujeitamos a mera condição urbanos, detentor do vasto conhecimento que a humanidade veio buscando até hoje, que nos levou a beira do precipício no colapso do meio ambiente mundial. Ter conhecimento no planeta é conseguir nos conectar com ele, tirar e devolver, andar em harmonia e fazer parte dele de verdade. O que se comemora o dia de hoje, é saber que ainda temos esse conhecimento e precisamos proteger e lutar junto, somente ele é capaz de salvar. #19deabril Foto na aldeia Itakupe, povo Guarani, no Pico do Jaraguá na maior metrópole do Brasil, São Paulo. Foto: @christiaanbraga / @farpa

christiaanbraga

Nada como um bom mergulho no meio da selva de pedra. São Paulo, Aldeia do povo Guarani 2018 #abrilindígena Foto: @christiaanbraga / @farpa

christiaanbraga

porto de manaus

christiaanbraga

#tbt Na primeira comunidade indígena que tive a honra de conhecer, a convite da querida @puyr_p em 2013 na Terra Indígena do Alto Rio Guamá no Estado do Pará, uma viagem que fez abrir minha cabeça para tudo que me dediquei desde então. Foi uma vivência de consciência de quanto é essencial a luta dos povos, para preservação da nossa cultura e conservação do nosso planeta. Depois de 6 anos esses pequenos que fotografei durante os dias que fiquei lá já devem tá bem grandinhos e um dia, que seja breve, voltarei para reencontra-los. #Tembé Foto: Christian Braga

christiaanbraga

Em garrafas plásticas, Geraldo de Oliveira está guardando a água contaminada do rio Paraopeba que ele coleta diariamente desde 26 de janeiro. Foi um dia depois que a barragem da Vale rompeu, em Córrego do Feijão. E o dia em que a água do rio em frente à casa dele ficou marrom, cor de tijolo. Ele pega a água com cuidado e com esperança de vê-la limpa de novo. Quando isso acontecer, ele vai religar a bomba que traz a água do rio para regar sua pequena horta de salsinha e coentro. Os temperos são fonte de renda extra para ele que aos 73 anos vive de um salário mínimo e das vendas de um bar – fica aberto quatro horas por dia em uma estrada de terra, no área rural de Mário Campos (MG). História completa na bio para @greepeacebrasil, com texto da @thaisherrero_ #ValeAssassina #ÉCrime

christiaanbraga

A Garça-Real costuma voar solitária e próxima a regiões de lama. Esta da foto sobrevoava onde a barragem da Vale rompeu, no Córrego do Feijão. Em um cenário desolador de morte e lama tóxica, ela buscava algum alimento. Muitos animais estão ali porque o ciclo de vida deles continua, mas estão correndo perigo onde antes era mata nativa. Onde antes era casa deles. A negligência da mineradora Vale causou a morte de centenas de pessoas, do rio e está matando a biodiversidade. Precisamos parar a Vale. Foto: @christiaanbraga / @greenpeacebrasil #FoiCrime #ValeAssassina

christiaanbraga

Vigília em Brumadinho com familiares e amigos dos atingidos. Na foto, bombeira civil Wisliane, que desde a tragédia está trabalhando no suporte na busca dos corpos. Foto: @christiaanbraga para @greenpeacebrasil

christiaanbraga

Na primeira foto, uma árvore caída dentro da terra demarcada do povo indígena Karipuna, na outra, o vizinho da terra. Eai vocês tiram as conclusões do que está por vim. Rondônia 2018. #DesmatamentoNÃO #ContraoGenocídioIndígena Foto: @christiaanbraga para o @greenpeacebrasil

christiaanbraga

Vermelho urucum, vermelho sangue, vermelho luta. Brasília 2018. #InsurreiçãoDosPovos Foto: @christiaanbraga

christiaanbraga

Os destroços de uma tragédia na véspera de natal em Manaus. No bairro Educandos, 600 casas completamente destruídas no incêndio, restando só a esperança de encontrar qualquer coisa em meio ao pouco que sobrou. Produzi uma galeria de imagens que foi publicada na @vicebrasil. Link na bio! Fotos: @christiaanbraga / @farpa

christiaanbraga

Retrato na terra dourada dos yanomamis, um alvo dos novos tempos. Roraima, Brasil. Foto: @christiaanbraga / @farpa.foto

christiaanbraga

Pureza. Guarani Kaiowá / Mato Grosso do Sul 2018. A foto foi realizada durante a visita da CIDH (Comissão Interamericana no Direitos Humanos) no Brasil. Foto: @christiaanbraga / @farpa.foto / CIDH

christiaanbraga

Dona Miguela, 90 anos. Anciã Guarani Kaiowá na aldeia Guyraroka no túmulo de parentes assassinados por fazendeiros no Mato Grosso do Sul. Foto na visita da Comissão Interamericana de Direitos Humanos ao Brasil. Foto: @christiaanbraga / @farpa.foto / CIDH

christiaanbraga

Nesse projeto anti indígena a curto prazo que o futuro presidente do Brasil já externalizou nos seus discursos, um dos povos que ta na mira é o povo Yanomami. Hoje com a maior terra indigena do Brasil, o território faz fronteira com a Venezuela, o mesmo país que o futuro presidente também externalizou que se fosse o caso, entraria em guerra. Território de petróleo, ouro e floresta preservada, muitos interesses para pouco respeito à vida humana. Vamos se atentar a essa questão, falar de retrocesso é apontar quem irão sofrer severamente nas primeiras canetadas do neo-fascismo à moda brasileira, será um dia dificil após o outro. Roraima, Brasil 2014. #EleNão #DemarcaçãoJá #ContraoGenocídioIndígena Foto: @christiaanbraga

christiaanbraga

Danza Mestiza Qoyacha, por los niños y las ninas de las escuelas del Cusco. Julho é o mês da independência peruana e várias manifestações tradicionais estão acontecendo na cidade. É lindo! Cusco, Peru 2018.

christiaanbraga

Na Isla del Sol, que de sol não vi nada, mas fui presenteado com esse belo arco iris #bolivia #isladelsol

christiaanbraga

Lago Titicaca no nascer do sol, no por do sol e a noite no brilho da lua. 🇧🇴

christiaanbraga

Afetos em El Alto foto: @christiaanbraga

christiaanbraga

Cidade de El Alto, a 4.150m do nível do mar, que reside um povo super guerreiro marcado por uma história recente de conflito contra o governo boliviano na guerra do gás em 2002. Em que o exército disparou contra a população de El Alto, matando 65 pessoas e ficou conhecido como o massacre de outubro, que levou a renúncia do então presidente Sánchez de Lozada. #ElAlto #everydaylatinamerica #farpafoto #bolivia Foto: @christiaanbraga

christiaanbraga

É algo indiscutível, os onibus em La Paz são incríveis. Cada um que passa da vontade de fazer uma foto diferente. Bolívia, 2018. Foto: @christiaanbraga

christiaanbraga

Los niños na Bolivia. Entre as feiras espalhadas pela cidade de La Paz. Bolívia, 2018. Foto: @christiaanbraga

christiaanbraga

Estádio do verdadeiro futebol arte. Ocupação Vitória em Belo Horizonte 2014 (no período da copa no Brasil) #tbt

christiaanbraga

Tá nos muros, tá nas placas, tá na boca do povo e nada dele cair. Mando um #ForaTemer para não perder o costume e a questão que fica é: quem vai ser o próximo presidente(a)? Não queimo minha mão no fogo pra responder. Foto: @christiaanbraga

christiaanbraga

Um barco verde, um feixei de luz e o encontro das águas. Manaus, Amazonas 2018. Foto: @christiaanbraga

christiaanbraga

Brasil e suas diversas realidades

christiaanbraga

Acendendo na lenha um fumo guarani. Guerreiros xondaro no Pico do Jaraguá em São Paulo, Brasil 2017. Foto: @christiaanbraga / @farpa.foto